Na hora de fazer pães, a conversa precisa ser certeira. E quando se trata de fermento biológico, então… Não dá pra errar na medida se a gente quiser uma massa beeeem fofinha e grandona, né? 

Se você tem dúvidas sobre a substituição do fermento fresco pelo seco e vice versa, preste atenção na dica para fazer seus Cinnamon Rolls, pães e outras gostosuras de sucesso. O fermento fresco é 3 vezes mais fraco que o fermento seco, por isso toda vez que a receita pedir por fermento fresco e você só tiver o seco em casa, basta usar 1/3 da medida de fermento biológico seco.

Por exemplo: a receita pede 15 gramas de fermento biológico fresco (aquele que vai na geladeira), então você vai usar 5 gramas de fermento biológico seco (aquele que é guardado na latinha, ou pacotinho e parece um farelo).

Vale lembrar também que 1 tablete de fermento fresco (15 g) equivale a 1/2 colher de sopa (5 g) de fermento seco.

Na foto, o da esquerda é o fresco e o da direita, o seco.

sobre-fermentos-seco-fresco-ickfd-massaria palatifoto: Massaria Palati

Sobre os fermentos biológicos

Você sabia que o açúcar é o alimento dos fermentos? O sal, pelo contrário, atrasa o processo de fermentação. Com relação à duração, o seco não necessita de refrigeração e tem validade de aproximadamente 6 meses; já o fresco dura por até 15 dias dentro da geladeira.