Vídeos e Receitas de Sobremesas | I COULD KILL FOR DESSERT

Siga o ICKFD nas redes sociais

Filme – Sem Reservas

Publicado em:

resenha-filme-sem-reservas-julia-sardenberg-sabores-da-isy-capa-do-filme-ickfdFonte: Sabores da Isy

O longa é um daqueles sessão da tarde que não vivemos sem! ;D Se está procurando um filminho relaxante e bonito para o domingão esse é uma ótima opção. Com um elenco de primeira com Catherine Zeta-Jones (Chicago) como protagonista, a pequena Abigail Breslin (Pequena Miss Sunshine) e Aaron Eckhart (Obrigado por Fumar) como Nick.

Catherine é Kate, uma chef de cozinha de mão cheia, perfeccionista, metódica que vive pela sua carreira. Depois de perder sua irmã em um acidente de carro, a protagonista recebe a custódia de sua única sobrinha, Zoe. A vida da chef vira de cabeça para baixo, quando encontra em uma cena um homem cantando ópera na cozinha do restaurante sofisticado em que trabalha. O cantor é Nick, chef contratado para substituí-la enquanto a chef se adapta ao novo cotidiano com uma criança morando em sua casa.

resenha-filme-sem-reservas-julia-sardenberg-wilicias-kate-e-zoe-na-cozinha-ickfdFonte: Wikilicias

Ao longo do filme a relação de Nick com Kate se torna um romance aos poucos com o colega criando uma amizade com a garota que começa a acompanhar a tia ao seu trabalho e aprendendo as habilidades culinárias. A construção do relacionamento entre as personagens começa quando a protagonista ao esquecer a menina na escola lhe concede um desejo. Em seguida, a garota pede que o colega de cozinha antes tão odiado vá cozinhar no apartamento de sua tia. Nesta cena podemos ver como o relacionamento e a construção de uma família nova para Zoe pode dar certo.

O aprendizado da menina na escola fica prejudicado por conta das noitadas no restaurante com a chef. Uma funcionária da escola alerta Kate dizendo que se ela não parar de levá-la ao restaurante a escola terá que avisar o juizado de menores e a garota poderia ser levada para um orfanato. Zoe para de acompanhá-la e a sua tia percebendo a tristeza da garotinha tira alguns dias de folga do restaurante. Quando volta a trabalhar encontra um ambiente diferente do que deixou, a dona do restaurante e clientes começam a reportar dúvidas, sugestões e elogios ao seu substituto. Além disso, a dona do local oferece o cargo de chef para Nick que recusa.

resenha-filme-sem-reservas-julia-sardenberg-dicas-de-filme-pela-scheila-nick-e-kate-na-cozinha-ickfdFonte: Dicas de Filme pela Scheila

A mulher que antes era solitária e isolada agora tem um relacionamento amoroso e família. Mas percebe que tudo está a ponto de ruir quando descobre que a dona do estabelecimento ofereceu seu cargo ao seu colega. O sub-chef recebe a oferta para chef executivo em um restaurante em Chicago. Kate ao saber da verdade vai até sua casa contrariando suas regras e seu medo de relacionamentos pedindo para Nick ficar.

Em uma das cenas deliciosas do filme vemos o tiramissú de Nick que é de arrancar suspiros e fazer qualquer um tomar coragem de correr para cozinhar e se aventurar! A obra é interessante para quem tem curiosidade de ver a dinâmica dentro de uma cozinha refinada. Sem falar, que em algumas cenas vemos pratos maravilhosos e como o funcionamento de um restaurante é regrado e um trabalho totalmente em equipe.

resenha-filme-sem-reservas-julia-sardenberg-filme-cine-zoe-e-kate-ickfdFonte: Film-Cine

O crescimento da personagem de Zeta-Jones de uma mulher bloqueada emocionalmente, que não aceita palpites ou críticas para uma pessoa mais aberta, amorosa e menos regrada fica claro ao final da obra. Um longa delicado e interessante por colocar uma mulher forte, moderna e com uma carreira sólida é um prato cheio para quem procura personagens mais complexas e que façam o espectador se identificar e embarcar no roteiro de corpo, alma e até mesmo estômago! ;D Além disso, o longa-metragem é uma refilmagem de um filme alemão chamado “Simplesmente Martha“.

resenha-filme-sem-reservas-julia-sardenberg-ecrangigante-nick-e-kate-ickfdFonte: EcranGigante

O filme mostra uma Catherine Zeta-Jones mais madura depois de sua ascensão no filme Chicago em 2003. Para se preparar para o papel de chef, Zeta-Jones disfarçada trabalhou durante um dia no restaurante Fiamma Osteria, de Nova York. E alguns clientes chegaram a desconfiar e mencionar sua semelhança com a atriz. 

Ficha Técnica: 

No Reservations

Ano: 2007

Direção: Scott Hicks

Duração: 103 minutos

Elenco: Catherine Zeta-Jones, Aaron Eckhart, Abigail Breslin, Bob Balaban, Zoe Kravitz e Patricia Clarckson

Oreo – O favorito

Publicado em:

oreo-o-favorito-julia-sardenberg-montagem-receitas-com-oreo-ickfd

Aquele ingrediente que deixa tudo mais gostoso e chocolatudo! A bolacha Oreo vem ganhando espaço nas sobremesas ;D Essa delícia americana vai entrar na sua cozinha e garanto que nunca mais sairá!

Essas receitas unem a galera no fim de semana vendo um Netflix ou ocasiões especiais quando tudo que esperamos são doces maravilhosos!

A Mini Cheesecake de Oreo com Doce de Leite tem cara de chá da tarde! Mas na verdade essa delícia é perfeita para qualquer momento! Sem falar que cheesecake é fundamental para viver! ;D

Receita Completa

oreo-o-favorito-julia-sardenberg-mini-cheesecake-oreo-ickfd-11***

Essa receita é para a galera que ama chocolate e café ou simplesmente ama dar uma passadinha no Starbucks, mas adoraria poder fazer deliciosas receitas diferentosas com café nas suas casas! O Frappuccino de Oreo e Nutella vai te conquistar!

Receita Completa

oreo-o-favorito-julia-sardenberg-frappuccino-oreo-nutella-pc-siqueira-karol-queiroz-dani-noce-ickfd4***

Imagine isso, você está sonhando e de repente vê uma torre enorme de Tortinhas de Chocolate com Sorvete e Oreo ;D Quer coisa melhor?! Melhor que o sonho só a realidade!

Receita Completa

oreo-o-favorito-julia-sardenberg-torta1***

Huum… Não sei você mas torta é uma das melhores coisas da vida! A Torta Oreo é uma daquelas que as crianças e os adultos nunca esquecem. Essa maravilha merece o nosso respeito e estômago ;D

Receita Completa

oreo-o-favorito-julia-sardenberg-receita-torta-oreo-dani-noce-2***

Uma boa opção para aqueles que ama Cupcakes, esse bolinho maroto que cabe na sua mão e coração! E se te disser que existem Cupcakes de Oreo? Acho que vi uma lágrima cair ao fim dessa frase, espero que seja de emoção ;D

Receita Completa

SONY DSC***

Eu sei, essas receitas são incríveis mas você tem intolerância :( Mas, já ouviu falar do Bolo Oreo Brûlée Sem Glúten e Sem Lactose? Ah, sim essa receita também é incrível!

Receita Completa

oreo-o-favorito-julia-sardenberg-bolo-oreo-brulee-ickfd-3***

Na família dos brigadeiros não podia deixar de fora essa belezinha que é o Brigadeiro de Oreo! O seu desejo foi realizado! Agora tem receita com essa bolacha para o ano todo!

Receita Completa 

oreo-o-favorito-julia-sardenberg-brigadeiro-oreo-fran-oliveira-ickfd2*** 

Agora, se você leu essa pequena lista até o fim o melhor claro, sempre fica para o final e essa receita não irá te decepcionar ;D O Milkshake de Oreo Depois dos Quinze veio para ficar.

Receita Completa

oreo-o-favorito-julia-sardenberg-milkshakeoreo1-dani-noce-ickfd

O guia da fritura

Publicado em:

o-guia-da-fritura-marcella-coser-doces-fritos-ickfd

Olá pessoal,

Quem nunca ouviu que alimentos fritos tem uma textura diferente e são mais saborosos? Pois é, já ouvi isso diversas vezes e posso apostar que você também, então continue lendo para entender um pouco mais sobre essa técnica.

o-guia-da-fritura-marcella-coser-churros-de-chocolate-com-doce-de-leite-2 copy

MINI CHURROS DE CHOCOLATE ULTRA CROCANTE COM DOCE DE LEITE 

Eu sei que agora você não consegue pensar em nada além de churros, mas não me abandone porque vem coisa boa por aí! ;)Que o processo de fritura, desde que bem feito, é capaz de melhorar o sabor dos alimentos, todo mundo sabe. Mas você sabe o motivo? Vou te dar uma dica: quando você frita algo, está concentrando o sabor através da evaporação da água. Vou ter que dar mais dicas, não aguento! Além de tudo, ainda adicionamos o aroma e sabor de defumado proveniente do processo, o que faz uma grande diferença, não acha?

o-guia-da-fritura-marcella-coser-the-cookie-shop-wordpress-donuts-ickfdFonte: The Cookie Shop

Acontece assim, quando um alimento entra em contato com óleo quente, a temperatura da sua superfície se eleva muito rápido, isso faz com que ela seque. No assamento isso também acontece, porém, além do choque ser mais rápido na fritura e consequentemente a umidade interna ser parcialmente preservada, o que resulta na crocância externa e maciez no interior, parte do óleo usado permanece no produto, então a sensação de CROC CROC se intensifica na hora de morder, bem como a suavidade no meio.

o-guia-da-fritura-marcella-coser-sonho-de-padaria-aka-bola-de-berlim-dani-noce-ickfd

SONHO DE PADARIA AKA BOLA DE BERLIM

Deixe-me explicar melhor, a superfície do alimento é formada por vários micro canais chamados “capilares”, e por ser porosa, durante a fritura, a água do alimento é substituída por óleo. Por isso, às vezes as coisas expandem ou explodem. Calma! É que quando a diferença de temperatura é muito grande entre o alimento e o óleo, a água muda do estado líquido para o gasoso tão rápido que resulta em explosões. Aí o jeito é sair correndo mesmo.

Os óleos e as gorduras são do grupo dos lipídios de origem animal ou vegetal, são provenientes da reação entre ácidos graxos e glicerina (glicerol), veja só a reação:

o-guia-da-fritura-marcella-coser-alunos-online-obtencao-de-um-oleo-ou-gordura-ickfdFonte: Alunos Online – Uol

Você vê esses “Rs” aí em cima na molécula? Pois é, eles são o que diferencia os óleos e as gorduras. As gorduras têm mais ligações simples, ou seja, mais “Rs” que os óleos e por isso são naturalmente mais saturadas, isso significa que normalmente são sólidas à temperatura ambiente e de fonte animal. Já os óleos, por serem mais insaturados, ou seja, têm menos “Rs” apresentam-se no estado líquido em temperatura ambiente e costumam ser de origem vegetal. Assim como os óleos de oliva, de milho, de amendoim, de canola, de soja, de girassol, entre outros. Mas não se engane, existem óleos de origem animal também, como o óleo de capivara, de baleia, de fígado de bacalhau e de fígado de tubarão.

No caso da fritura, quanto menos saturado for o óleo ou a gordura, menos tóxico e mais resistente à temperatura será, ou seja, mais saúde para o nosso corpinho. Isso porque quando os óleos e gorduras são expostos às altas temperaturas, a tendência é que suas ligações saturem. Esse efeito acontece simplesmente pelo rearranjo molecular que busca manter a estabilidade do composto.

A temperatura que causa essa saturação durante o aquecimento, é chamada de temperatura de fumaça, ela varia para cada óleo, mas o ideal é não ultrapassar os 180°C durante o aquecimento.

Em casa é possível avaliar de maneira simples se o óleo ou gordura estão em boas condições, o ideal é não reutilizar o óleo ou gordura, pois a degradação acontece mais rapidamente uma vez que eles já foram aquecidos e estiveram em contato com o oxigênio e com a luz.

Por isso aqui vão algumas dicas para não estragar um prato incrível: primeiro, a cor e odor não devem mudar. Segundo, nunca deve sair fumaça, se começou a sair, pode descartar e terceiro, coe se existirem resíduos. Entretanto, minha dica é, se for fritar, já frite tudo de uma vez, reserve o que sobrar do óleo ou gordura em um pote e faça sabão.

o-guia-da-fritura-marcella-coser-oceanpress-sabão-caseiro-ickfdFonte: Ocean Press

Alguns fatores como o tipo do alimento, temperatura e tipo do óleo, quantidade do óleo, entre outros, podem influenciar na fritura. Por isso cada fritura tem suas próprias características e parâmetros, o que pode te ajudar nesse momento é o tão querido e pouco popular: TERMÔMETRO. E com ele você poderá controlar a temperatura do óleo e no interior do alimento, para saber se está pronto. Falando nisso, é muito importante se lembrar que toda vez que misturamos alimentos com temperaturas diferentes, acontece a troca de calor entre eles, por isso não adianta adicionar todos os pedaços de uma vez só no momento da fritura, porque a temperatura vai cair rapidamente, ou seja, além de demorar mais para fritar, seu alimento vai ficar mais encharcado. Então, nada de pressa, é super importante colocar alguns pedaços, fritar, esperar um pouco, colocar os outros, e assim vai.

o-guia-da-fritura-marcella-coser-receita-coxurros-cochurros-coxinha-churros-ickfd-danielle-noce-paulo-cuenca2

COXURROS – COXINHA DE CHURROS

Vamos entender alguns métodos de fritura para verificar a melhor aplicação:

  1.     Fritura superficial ou de contato: o alimento fica em contato direto com a superfície de calor com óleo ou não, em uma frigideira ou chapa, por exemplo. É indicado para alimentos com grandes superfícies de contato, como fatias ou alimentos finos, como panquecas, crepes ou hambúrgueres. A troca de calor superficial não é homogênea em todas as partes, por isso é bom ficar de olho.

o-guia-da-fritura-marcella-coser-receita-como-fazer-panqueca-doce-iogurte-morango-mel-ickfd-3

     PANQUECA DE IOGURTE

          2.Fritura por imersão: trata-se do método mais usado para fritar doces como sonhos, donuts, churros, etc. A transferência de calor acontece por convecção e condução para dentro do alimento pelo movimento, diferença de temperatura e por aqueles micro canais que conversamos, lembra? Como essa transferência acontece por todos os lados já que o óleo é líquido e literalmente abraça o alimento. Portanto, esse tipo de fritura é mais regular e indicado para alimentos de todas as formas.

Lembre-se que quanto maior o alimento, mais ele tende a absorver óleo. A taxa de transferência de calor é bem alta, em função do vapor d’água que sai do alimento. Esse vapor forma uma camada protetora ao redor, por isso, nada de fritar alimentos ainda congelados ou molhados. Isso pode fazer com que você queime a parte de fora enquanto a de dentro continua crua ou fria.

o-guia-da-fritura-marcella-coser- donuts-de-chocolate-e-nutella-ickfd-ddq-dani-noce-3

DONUTS DE CHOCOLATE COM NUTELLA

       3. Fritura usando Air Fryer: o que acontece aqui, é que a corrente de ar emitida pelo equipamento é muito quente e está em movimento constante. Quando esse ar entra em contato com o alimento, ele troca calor com o alimento, desidratando-o, e “fritando-o”. O problema desse método é que ele não consegue equilibrar a troca de calor no interior do alimento, isso faz com que o produto perca muita umidade ficando ressecado. A chave desse método é a velocidade do ar.

o-guia-da-fritura-marcella-coser-jgscn-batata-ickfdFonte: Jgscn

Depois de toda essa conversa sobre frituras, óleos, e afins, chegamos à conclusão de que o método de imersão é o mais adequado para preparar a maioria dos doces que conhecemos, então não desista agora e confira algumas dicas para fazer aquela guloseima sensacional:

  1. Se está trabalhando com uma massa pré-cozida, como é o caso dos churros por exemplo, use um óleo mais quente para fritar, entre 170º e 180°C. Porque você não precisa cozinhar a massa, você só precisa criar uma crosta crocante por fora.
  2. Se você está trabalhando com massas cruas, como é o caso dos donuts, a temperatura do óleo deve estar um pouco mais baixa, entre 160° e 170°C, porque assim haverá tempo para assar a parte de dentro antes de finalizar o preparo da parte de fora.
  3. Nunca, mas nunca mesmo, coloque o pedaço com o óleo ainda frio e deixe que os dois aqueçam juntos, isso vai encharcar seu doce.
  4. Sempre retire os pedaços do óleo e os coloque sobre um papel absorvente para que o excesso possa escorrer.
  5. Sabe aquele truque de colocar o palito de fósforo no óleo e quando ele acender, quer dizer que o óleo está na temperatura ideal para fritar? Let it go! O fósforo não acende antes que o óleo atinja cerca de 200°C, essa é praticamente a temperatura de fumaça de quase todos os óleos, ou seja, você começa o seu processo de fritura com um óleo quase queimado e já desestabilizando.

o-guia-da-fritura-marcella-coser-craftaholicsanonymous-net-cannoli-ickfdFonte: Craftaholics Anonymous

Por hoje é só pessoal, vamos lá fazer um churros bem gostoso agora e enviar para mim ok?

Espero que tenham gostado e nos vemos logo logo!

Beijos!!!

O futuro da cozinha

Publicado em:

o-futuro-da-cozinha-julia-sardenberg-bidu-mulher-cozinha-vegetais-ickfdFonte: Bidu

O futuro na cozinha parece imprevisível, mas ao menos sabemos que a palavra que mais vem guiando o mundo e a culinária é: sustentabilidade. E como já sabemos: “A necessidade é a mãe da invenção”. Por isso, alguns acessórios e criações no âmbito culinário vem surgindo com o objetivo de tirar o melhor do homem sem desperdiçar os alimentos.

O Foodini é um protótipo real de impressora 3D de alimentos. Sabe quando bate aquela preguiça e você só deseja apertar um botão e o seu prato de comida sair pronto? Com esta nova tecnologia o te separa de uma refeição vinda de uma impressora é um clique no site da Natural Machines para verificar a disponibilidade do aparelho. O protótipo não cria os alimentos mas imprime cada um como você desejar.

A impressora só comporta um ingrediente por vez, as receitas mais complexas tem um tempo maior maior para o seu preparo. Mesmo assim, vale a pena para quem não tem tempo de cozinhar. O preço previsto para essa maravilha é de mil euros.

o-futuro-da-cozinha-julia-sardenberg-engadget-foodini-ickfdFonte: Engadget

Para aqueles que estão em dieta e gostam de controlar o que comem, o Nutrima pode te ajudar! ;D  Uma placa flexível examina os alimentos que são colocados em cima dela e define se o produto está adequado para o consumo, quantas calorias o alimento contém, qual o peso da porção e outras informações nutricionais. O carregamento do dispositivo é totalmente sustentável, carregando mecanicamente com o movimento do aparelho.

o-futuro-da-cozinha-julia-sardenberg-comidanarede-nutrima-ickfdFonte: Comida na Rede

O Electrolux Laptop Kitchen não é um laptop comum. A tecnologia utiliza a indução para esquentar alimentos e prepará-los. Uma forma sustentável de fazer a sua comida sem utilizar gás e de fácil transporte. Você poderia cozinhar em qualquer lugar.

o-futuro-da-cozinha-julia-sardenberg-home-caprice-electrolux-laptop-ickfdFonte: Home Caprice

Vivemos nos reeducando e o HAPIfork é um utensílio valioso para aqueles que comem em um ritmo acelerado porque Ele controla a velocidade com que você se alimenta e te avisa quando você estiver exagerando no seu ritmo. Dessa forma, você pode ter uma vida mais saudável, apreciando os alimentos mais lentamente o que facilita na dieta diária. O aparelho pode ser conectado a aplicativos IOS e Android, disponibilizando um histórico dos seus hábitos alimentares.

Gadget Show Gadget Watch Electronic ForkFonte: O Gourmet

Uma vida parecida com a dos Jetsons pode não estar tão distante! ;D E um mundo mais sustentável e saudável talvez possa estar mais próximo do que imaginamos com as novas tecnologias criadas a cada dia.

Filme: Tomates Verdes Fritos

Publicado em:

resenha-filme-tomates-verdes-fritos-julia-sardenberg-omelete-uol-capa-ickfdFonte: Omelete

A dona de casa Evelyn, interpretada pela atriz renomada, Kathy Bates, vive insatisfeita com o seu casamento e em uma visita a sua tia Vesta em uma casa de repouso para idosos com seu marido Ed conhece uma velinha, viúva de 83 anos, chamada Ninny Threadgoode (Jessica Tandy). A senhora adorava contar histórias e ao decorrer do longa, a dona de casa começa uma amizade com Ninny ao ouvir todos os seus relatos. 

resenha-filme-tomates-verdes-fritos-julia-sardenberg-cozinha-brilhante-ninny-e-evelyn-ickfdFonte: Cozinha Brilhante

O roteiro do filme se passa durante as décadas de 90 e 30, com duas narrativas diferentes. Cleo conta a vida de sua parente Idgie Threadgoode nos anos 20, uma mulher que fugia dos padrôes, um espírito livre que pensava a frente de seu tempo e é a heroína da história. A velinha conta como a personagem tornou-se essa figura forte e heróica. Como perdeu o seu irmão Buddy quando era criança ao lado de Ruth, filha de uma amiga da família. As duas viram o jovem ser atropelado por um trem ao ficar preso nos trilhos.

resenha-filme-tomates-verdes-fritos-julia-sardenberg-mercado-livre-ruth-jamison-ickfdFonte: Mercado Livre

Buddy era a única pessoa que entendia a irmã que desde pequena tinha uma personalidade forte e única. Com o seu falecimento a menina isola-se de sua família e cresce indo para a cidade jogar pôquer, pescar e beber. Idgie torna-se adulta, reencontra Ruth Jamison na casa de sua mãe e as duas iniciam uma amizade. Cada uma com personalidades opostas, uma é livre, independente e não se importa com as opiniões alheias. E a outra introspectiva, devota a igreja e vista como uma dama.

resenha-filme-tomates-verdes-fritos-julia-sardenberg-blog-ao-natural-buddy-threadgoode-ickfdFonte: Blog – Ao Natural

No fim do verão, Jamison casa-se com Frank Bennet e vai morar com o marido. Idgie promete a si mesma nunca mais rever a amiga mas recebe a incubência da mãe de entregar uma torta para o jovem casal, ao chegar a casa descobre que Frank bate em sua esposa covardemente e que ela está grávida.

Com o falecimento da mãe de Ruth, as amigas se reencontram na casa da jovem esposa e confrontam Bennet que é ameaçado por Big George, um homem que trabalha e cuida de Threadgoode desde pequena. As personagens conseguem fugir e recebem um generoso empréstimo para abrir um café na cidade, o Whistle Stop Coffee. As coisas começam a ir bem no café.

As jovens mulheres criam a receita que dá nome ao filme os famosos tomates verdes fritos. Mas a felicidade dura pouco porque Frank tenta sequestrar Buddy Jr, acaba não conseguindo e desaparece. Com o sumiço do homem, um investigador visita o local e começa a suspeitar das donas e Big George. O caminhão de Bennet é encontrado nos arredores do Whistle Stop e a culpa recai nos ombros da moça e seu amigo fiel. Os dois são levados ao tribunal mas como não existiam provas para condená-los o caso é encerrado.

Ao ouvir essa história Evelyn, começa a se inspirar nela e tentar mudar a sua auto-imagem e forma de se comportar com o marido. A senhora de meia-idade que antes vivia para servir o marido começa a seguir os conselhos de Ninny, arranja um trabalho e começa a se exercitar.

resenha-filme-tomates-verdes-fritos-julia-sardenberg-rtve-es-elenco-ickfdFonte: RTVE.es

Idge é o tipo de personagem que gera adoração, em uma das cenas do filme a moça demonstra uma coragem surreal quando se dirige a uma árvore cheia de abelhas, coloca sua mão dentro do tronco e colhe mel fresco em meio a várias abelhas voando. Nesse momento é como se o caos das abelhas acalmasse o caos dentro dela.

O filme recebeu 2 indicações ao Oscar, nas categorias de Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro Adaptado. A história é essencialmente sobre amizade, coragem e os maravilhosos tomates verdes fritos que nos fazem salivar a cada cena! Com uma história sublime, sensível e carregada de reflexões no âmbito das relações humanas e do papel da mulher na sociedade esse é um longa para ver nas horas de falta de inspiração. Mas prepare-se para experimentar essa receita excêntrica com os olhos e desejar estar dentro do filme desfrutando dessa maravilha!

Ficha Técnica:

Tomates Verdes Fritos

Direção: John Avnet

Ano: 1991

Duração: 2h17 – 130 minutos

Elenco: Kathy Bates, Jessica Tandy, Mary Stuart Masterson, Mary-Louise Parker, Cicely Tyson e Chris O’donnell.