Vídeos e Receitas de Sobremesas | I COULD KILL FOR DESSERT

Siga o ICKFD nas redes sociais

Comidas de rua das capitais da Europa

Publicado em:

Quando fazemos uma viagem pela Europa, é comum visitarmos muitos países em um espaço curto de tempo. Por isso, na maioria das vezes damos prioridade a conhecer suas capitais! Passamos muito tempo na rua explorando essas grandes cidades e, se você reparar bem, quase todas elas têm uma coisa em comum: a presença de barracas ou quiosques vendendo alguma comida bem característica do lugar.

Em geral, são doces típicos do país. Acabam sendo opções bem mais baratas do que o comércio tradicional e trazem uma forma bem autêntica de saborear o destino. Com certeza, tornam a experiência de viagem mais especial! Separamos alguns destinos e seus quitutes tradicionais para te ajudar a ir direto ao ponto quando você viajar. Aproveite!

Gelato em Roma

Não existe um doce mais característico da Itália do que o gelato! Para aproveitar bem o verão europeu enquanto explora as ruelas de Roma sob altas temperaturas, não tem nada melhor. As gelaterias romanas têm uma variedade incrível de sabores. Nada como a qualidade da versão artesanal e cremosa do produto no seu país de origem!

Clique aqui para conferir um roteiro de gelatos pela Itália – você vai se tornar um especialista no assunto ;D

gelato-latartinegourmande-ickfd-italiaFonte: La tartine gourmande

Crepe em Paris

O que não falta em Paris são quiosques de crepe. O doce é uma das maiores tradições da cozinha popular da França! Nada como comprar um crepe e comer olhando para a Torre Eiffel ou sentada na beirada do Sena. Há muitas opções de recheios, mas a versão com Nutella com certeza é uma das melhores.

Crepecomidas-de-rua-doces-europa-ickfdFonte: Wikimedia Commons

Waffle em Bruxelas

Nada mais típico da Bélgica do que waffle. Ele é um clássico da gastronomia do país e um dos doces mais encontrados pelas ruas das cidades belgas. Normalmente, são polvilhados com açúcar, canela ou acompanhados com chantilly, chocolate ou frutas.

Receita tradicional do waffle de Liège

Receita de waffle churros

Receita de waffle sem glúten/lactose

receita-como-fazer-waffle-belga-paulo-cuenca-dani-noce-ickfd-2Foto: Paulo Cuenca/ICKFD

Pastel de nata em Lisboa

Não é à toa que os pastéis de nata vêm fazendo tanto sucesso aqui no Brasil nos últimos tempos. Ele é o doce mais popular de Portugal, além de ser uma delícia. Você encontra pastéis de nata a cada esquina em qualquer padaria da cidade, mas não pode perder a chance de provar os originais, chamados de Pastéis de Belém. São servidos quentinhos polvilhados com açúcar e canela em pó. Se quiser conferir um lugar imperdível para degustar os quitutes, clique aqui.

comidas-de-rua-doces-europa-pastel-nata-ickfd

Fonte: Wikimedia Commons

Pretzels em Berlim

O pretzel já é um doce que também marca presença em território brasileiro. Ele é uma massa assada em formato de nó que pode ser coberta com açúcar, canela, chocolate, nozes, etc. Na Alemanha, porém, o mais comum é a versão salgada. Ele é mais conhecido como brezel nas terras germânicas. Dizem que os melhores estão na Baviera,  mas com certeza você também encontra bons pretzels na capital alemã.

Receita de pretzel

Receita de pretzel vegano

Pretzelcomidas-de-rua-doces-europa-ickfd

Fonte: Wikimedia Commons

Trdelník em Praga

O que você mais encontra nas praças e mercados de rua de Praga são barraquinhas de trdelník. O doce é um tubo anelado feito com uma massa que lembra o Pretzel que temos aqui no Brasil. Pode ser recheado com Nutella, chocolate, caramelo, coco, geleia ou outras opções.

comidas-de-rua-doces-europa-trdelnik-ickfd

Fonte: Wikimedia Commons

Kanelbullar em Estocolmo

O Kanelbullar (ou bolo de canela) é um pão tradicional da Suécia que pode ser facilmente encontrado em qualquer padaria de Estocolmo. É um item bem comum para o café da manhã no país e é feito com uma massa fininha com canela.

Kanelbullarcomidas-de-rua-doces-europa-ickfd

Fonte: Mike Bohle @ Flickr

Pierre Marcolini

Publicado em:

Pierre Marcolini é um dos melhores chocolatiers do mundo. Ele é apaixonado pelo que faz e isso se reflete em seus maravilhosos e pequenos chocolates. Desde que abriu sua primeira loja em 1995, mesmo ano em que ganhou o título de campeão do mundo em confeitaria, ele vem fazendo um grande burburinho com os produtos inovadores que resolve colocar em seus chocolates, como: casca de carvalho, patchouli, melão, pimenta, açafrão entre outros. Seus chocolates são como jóias para serem degustados lentamente.pierremarcolini1

Fiquei apaixonada pela caixa de chocolates “sabores do mundo”, onde você encontra chocolates com açafrão, canela, noz-moscada, gengibre e muitos outros. Mas como sou completamente louca por caramelo, a minha caixa favorita é a de chocolates com recheios de caramelos diversos. O meu preferido foi o caramelo com maracujá, imaginem por que né? Quase não estou sentindo falta de maracujá.

Mas não é só de chocolates que vive o Senhor Marcolini. Seus sorvetes, macarons, guimauves, bolos, biscoitos e tortas são igualmente lindos e deliciosos! Engordei uns três quilos só nesta visitinha 😉

E outra coisa bem legal, é que na loja do centrinho de Bruxelas você pode ver os confeiteiros fazendo os bolinhos na sua frente e ainda conversar com eles sobre o que tem dentro do que ele está fazendo e como ele faz para preparar. É uma experiência completa para quem gosta de chocolates e doces!

Como as lojas do Pierre Marcolini estão espalhadas pelo mundo todo, vou apenas colocar o site aqui embaixo e você vai poder decidir qual o melhor lugar para você encontrar essas delícias!

http://www.marcolini.be/#/en

pierremarcolini2

Sobre Bruxelas

Publicado em:

Bruxelas é uma cidade linda! Muitas construções e jardins maravilhosos. No entanto, achei uma cidade feita para carros (tirando o centrinho), avenidas muito espaçadas e largas, onde para tudo é necessário um carro ou andar muito! Apesar de Bruxelas ser a capital da Bélgica, ela ainda me lembra uma cidade pequena, com seus benefícios e problemas.

Lá se fala francês e holandês, o que é bem engraçado, pois eu fui assistir dois filmes e eles eram legendados nas duas línguas e como o francês vinha primeiro eu sempre começava lendo a frase e quando passava para a frase de baixo eu achava que o meu francês tinha piorado muito em questão de segundos ;). Bruxelas é uma cidade que você pode ficar 2 ou 3 dias e vai ter conhecido tudo suficientemente! Então seguem algumas dicas, principalmente gastronômicas, para você aproveitar melhor a cidade.

Um pouco mais sobre Bruxelas e outras coisas: